DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: Silvio Fávero defende produtores rurais que atuam legalmente em Mato Grosso

Em defesa dos produtores rurais que atuam legalmente no Estado de Mato Grosso, o deputado estadual Silvio Fávero se posiciona contra as críticas infundadas
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Em defesa dos produtores rurais que atuam legalmente no Estado de Mato Grosso, o deputado estadual Silvio Fávero se posiciona contra as críticas infundadas, que prejudicam não só a imagem do país no exterior, como comprometem a produtividade local, hoje responsável por 35% da agropecuária nacional.

Para o parlamentar, é preciso separar o “joio do trigo”, ao destacar que 99% dos produtores rurais cultivam de forma sustentável, preservando 80% da reserva legal, conforme prevê o Código Florestal.

“Mato Grosso é destaque nacional liderando a produção de soja, algodão e carne, além de diversos produtos, produzindo na grande maioria dos casos dentro da legalidade, apenas nos 20% que é permitido. Aqueles que não estiverem atuando dentro da legalidade devem sim ser punido com multas severas, como já estão sendo aplicadas pelos órgãos responsáveis, mas sem manchar a imagem da grande maioria dos produtores rurais que trabalham incansavelmente, com dificuldades na logística para escoamento e ainda sim são o grande diferencial para a balança comercial do país”, pontuou o parlamentar.

Silvio Fávero destaca a importância da agricultura e da preservação ambiental caminharem juntas, por meio dos estudos científicos que promovem mais segurança na produção agropecuária, com menos impacto ao meio ambiente.

Dentre as boas práticas já aplicadas em Mato Grosso estão a integração da lavoura, pecuária e floresta; a fixação biológica de nitrogênio na soja; o manejo integrado das pragas reduzindo a aplicação de inseticidas, conforme o empresário e produtor rural Emersom Antoniolli.

“Tudo isso está sendo cuidadosamente pensado por nós produtores mato-grossenses e brasileiros de modo geral que caminhamos juntos por um Brasil melhor, impactando positivamente economia nacional, de forma sustentável, alimentando nosso povo e exportando parte do que produzimos para fora do país, mesmo com todas as dificuldades logísticas. Uma coisa é certa, nossa produção será mais que duplicada quando os investimentos logísticos, que já estão avançando no Governo Bolsonaro, estiverem concluídos!”, destacou Antoniolli.

Assessoria

Assessoria de Imprensa

Assessoria de Imprensa

Deixe o seu comentário